Ao abrigo do Programa Revive Natureza, lançado pelo Turismo Fundos, há 12 interessados em reabilitar o Antigo Posto Fiscal da Carvalha, em Campos, para usos turísticos. Encerrado o período de apresentação de candidaturas para atribuição dos direitos de exploração de 16 imóveis distribuídos pelo país, segue-se o procedimento de análise das propostas submetidas.

O Fundo Revive Natureza tem por objetivo a requalificação, recuperação e valorização de imóveis públicos devolutos para fins turísticos, com vista a beneficiar as comunidades locais, a atrair novos visitantes e a fixar novos residentes. Os imóveis em causa serão explorados por entidades públicas ou privadas e, na hora de atribuir a concessão serão tidos em conta, entre outros, critérios como se a entidades com sede ou residência nos concelhos em que se localize o imóvel ou nos concelhos contíguos e se a concessão contribuir para a criação de empregos locais.

Aquando do lançamento, foram identificadas 96 antigas casas de guardas florestais e postos fiscais (38 no Norte, 44 no Centro, 5 em Lisboa, 2 no Alentejo e 7 no Algarve), propriedade do Estado, e que foram divididas por lotes. Do primeiro lote, quatro estão localizados no distrito de Viana do Castelo, e entre eles encontra-se o Antigo Posto Fiscal da Carvalha, de Campos, com uma área total de 279.47 m2, composto por casa com 1 piso e logradouro, e uma duração de concessão de 25 anos ( https://revivenatura.pt/property/antigo-posto-fiscal-da-carvalha/ )

Com os primeiros concursos em fase de análise, a Turismo Fundos lançou, no passado dia 18 de novembro, novos concursos para atribuição dos direitos de exploração de sete imóveis públicos que se encontram afetos ao Fundo Revive Natureza e que serão, assim, objeto de requalificação e valorização, promovendo o desenvolvimento regional e local, através de novas utilizações para fins turísticos. Os interessados podem apresentar as suas candidaturas até ao próximo dia 16 de fevereiro de 2021. As informações adicionais, bem como o formulário de candidatura, encontram-se disponíveis em www.revivenatura.pt ou em Turismo Fundos.

Com previsão de um investimento total superior a 25 milhões de euros, o Fundo Revive Natureza é gerido pela Turismo Fundos e participado pelo Estado Português, pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas e pelo Turismo de Portugal.

 350 total de visualizações,  2 total hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *