O projeto “Noivos 100% Alto Minho” promete um acontecimento que marcará o ano 2020 como modelo económico, social e religioso, criando um conjunto de sinergias que reforçam, afirmam e colocam à prova as potencialidades de uma região, com a agregação de produtos, serviços, empresas e instituições.

A iniciativa, solidária, com o objetivo de fortalecer uma “comunidade de Vida e Amor” tem caráter pedagógico, legal e histórico, respeitando a memória de um legado cultural, de uma realidade intacta e protegida, o uso do fato de Noiva do Minho, na sua verdadeira função, o casamento tornando os nubentes visíveis à luz da Igreja Católica.

O casamento é um ato de reconhecimento social e um dos momentos marcantes de um caminho a percorrer que se deseja para a vida toda.

O Conselho do Vaticano II ordenou a revisão e reforma do ritual do Matrimónio no sentido de o enriquecer e valorizar, respeitando os usos e costumes locais, salvaguardando o ato essencial, que corresponde ao consentimento dos esposos diante do sacerdote.

 O Alto Minho criou uma identidade única no país; o Fato de Noiva do Minho. De fazenda de lã de cor preta é decorado com bordados, aplicações de vidrilho, galões e fitas de cetim pregueadas. É usado com meias brancas rendadas e chinelas bordadas, e ao peito o ouro guardado como fator económico.

A noiva leva na mão a segurar o ramo um lenço bordado a ponto de cruz, com simbologia amorosa, e na cabeça um véu de tule branco bordado.

Os interessados em casar ao abrigo do projeto “Noivos 100% Alto Minho” deverão formalizar a candidatura até dia 28 de fevereiro, para o contacto móvel 966086560, pela página de Facebook “noivos cem por cento alto minho” ou pelo endereço de e-mail noivoscemporcentoaltominho@gmail.com. Para o efeito, os candidatos devem estar em condições legais para realizarem o Sacramento do Matrimónio, terem ligações ao Alto Minho como naturais, emigrantes ou lusodescendentes. Os resultados das candidaturas serão divulgados em março em carta registada e aviso de receção.

O sentir da autenticidade de um acontecimento incomparável, com objetivos bem definidos, permite honrar o compromisso de se realizar anualmente, avaliando a expressão de interesse como “lição de vida e de valores”.

Superando expectativas em visibilidade, teoricamente o projeto “Noivos 100% Alto Minho” tem parcerias que apoiam todas as formalidades exigidas para a realização dos casamentos e momentos especiais.

Segundo a Designer Vianense Isabel Lima, autora do projeto, que tem o apoio da CEVAL Confederação Empresarial do Alto Minho, a iniciativa chegou ao coração das pessoas, acolhendo-a com docilidade pura, e como testemunho de bem comum.

Será um dia marcado na memória para aqueles que vivem as suas relações sem o sacramento do matrimónio e que sonhavam poder ter um casamento.

A missão de Noivos 100% Alto Minho visa efeitos vivificantes onde se não poupam esforços para atrair um caminho, num meio onde a religiosidade é apreciada, transformando a vida de casais numa vivência do evangelho.

 Isabel Lima é uma artista que dinamiza a cultura e as artes com responsabilidade social, em projetos que evidenciam boas práticas e consolidação do espirito de comunidade, demonstra estar onde é preciso. Inspirando-se na Pastoral “Somos Igreja que acolhe” e no Sínodo Extraordinário sobre a família, proporciona a um determinado número de casais, apoio no casamento.

 O que parece extravagante, uma miragem, um artefacto humano ou uma tónica procurada no tempo atual, com o objetivo inédito e inusitado, é sóbrio, vem de dentro e zela pela pelo amor e felicidade de casais.

 382 total de visualizações,  4 total hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *